Objetivo da Seleção Racial (Japão 1970)

1) Para buscar o aumento do rebanho de corte (especialmente Raça Wagyu) com redução de custo de produção, a seleção racial deve estar baseada e conversão alimentar.

2) Buscar animais com alto rendimento de carcaça, precocidade, carne de qualidade (marmoreio) associada à estabilidade produtiva e viabilidade econômica.

Raça Boi Gordo Confinado Ganho de Peso(Kg/dia)
Idade (Mês) Peso (Kg)
Wagyu-Black 24 620 0,80
Wagyu-Red 22 650 0,95

3) Capacidade reprodutiva: Objetivar um parto por ano associado à habilidade materna

Primeiro Parto
Eficácia reprodutiva
25 meses 90%

Obs.: Eficácia Reprodutiva: Percentual de bezerros nascidos comparado ao número de vacas.

4) Morfologia: Buscar fêmeas com alto volume muscular, animais que facilitem o manejo e alimentação, evitar animais muito grandes ou gordos.

Raça
Estatura
Circunferência Peitoral
Peso
Wagyu-Black 129cm 198cm 530kg
Wagyu-Red
132cm 200cm 600kg

Obs.: 1 – Tabela para fêmea adulta.
2 – Peso adulto para fêmeas com alimentação adequada, não válida para fêmeas próxima ao parto ou recém parida.

5) Selecionar animais fortes e saudáveis enfatizando criação com aproveitamento máximo de forrageiras, animais adequados ao pastoreio.

6) Seleção dos Reprodutores (machos destinados à reprodução) baseada nas informações de qualidade de carcaça, rendimento de carcaça, precocidade e conversão alimentar.

Raça
Ganho de Peso (kg/dia)
Conversão Alimentar: kg NDTnecessário para ganhar 1kg PV
Wagyu-Black
0,90 6,6kg NDT/kg Peso
Wagyu-Red
1,00 6,8kg NDT/kg Peso

7) Seleção intensa das fêmeas baseadas nas informações de ganho de peso, rendimento da carcaça (teste de progênie das fêmeas) e utilização de Tecnologia de Transferência de Embriões para ampliar a genética selecionada das fêmeas.

8) Intensificar o uso dos touros aprovados e intensificar o controle e seleção das fêmeas, buscando seleção e padronização.

Os comentários estão encerrados.